Quando Deus manda até o diabo obedece.

Certo dia, durante a programação de uma emissora, ligou para a rádio uma senhora que estava passando por momentos muito difíceis.
Aproveitando aquela oportunidade, ela resolveu fazer seu apelo e disse: Estou passando por uma grande prova. O desemprego bateu à minha porta, tenho filhos pequenos, meu esposo está fazendo alguns serviços extras, porém a renda não é suficiente. Se algum irmão puder me ajudar com qualquer alimento, eu ficaria muito grata; aquilo que Deus tocar em seu coração, eu agradeço e será de grande ajuda". E ali ela aproveitou para dar seu endereço.
Entretanto, no momento desse apelo, um homem estava ouvindo a programação e disse: É hoje que eu mostro que Deus não se importa com ninguém! Então, ele se dirigiu para o mercado e fez toda aquela compra. De tudo comprou, e em dobro.
Chegou em casa e disse para duas pessoas que trabalhavam com ele: Vocês vão até a casa desta senhora. Vão entregar esta compra e, quando ela perguntar quem mandou, vocês vão dizer que foi o diabo. O diabo é quem está enviando esta compra.
Aqueles dois homens seguiram rumo à casa da senhora. Bateram palmas e ela, humilde, atendeu. Eles disseram: Viemos trazer esta compra para a senhora. Entrem, por favor. Vão colocando aqui... E ali descarregaram tudo. E a senhora disse: Que Deus abençoe. Muito obrigado, muito obrigado mesmo!
E aqueles dois homens pararam, olharam um para o outro e sussurraram: Será que ela não vai perguntar quem mandou a compra? E o outro respondeu: Não sei... Estranho, né? Então o primeiro, com todo o seu atrevimento, perguntou: Ei, você não vai perguntar quem mandou esta compra? E a senhora, com muita sabedoria, respondeu: Eu não, porque quando o meu Deus manda, até o Diabo obedece...

Quando você deposita sua fé em Deus em qualquer situação, pode ver que Deus te responde de qualquer forma, usando até quem você menos espera em seu benefício.

(rickcesar)
Reações: 


Calças Molhadas

Numa sala de aula do terceiro ano, há um menino de nove anos sentado a sua carteira e de repente há uma poça entre seus pés, e a parte dianteira de suas calças está molhada. Pensa que seu coração vai parar porque não pode imaginar como isso aconteceu.
Nunca havia acontecido antes, e sabe que quando os meninos descobrirem não o deixarão em paz.Quando as meninas descobrirem nunca mais falarão com ele.
O menino acredita que o seu coração vai parar, abaixa a cabeça e faz esta oração: "Querido Deus isto é uma emergÊncia!!Eu necessito de ajuda AGORA!!Mais cinco minutos e eu serei um menino morto."
Levanta os olhos e vÊ a professora chegando com um olhar que diz que foi descoberto.
Enquanto a professora está andando até ele, uma colega chamada Susie está carregando um aquário cheio de água. Susie tropeça na frente da professora e derruba inexplicavelmente a água no colo do menino. O menino finge estar irritado mas ao mesmo tempo interiormente diz: "Obrigado Senhor!Obrigado Senhor!".
De repente em vez de ser objeto de ridículo, o menino é objeto de compaixão.
Todas as crianças estãosobre suas mãos e joelhos limpando oa redor de sua carteira.
A professora desce apressadamente com ele e dá-lhe um shorts de ginástica pra vestir enquanto suas calças secam.
A compaixão é maravilhosa.Mas como tudo na vida, o ridículo que deveria se dele foi transferido a outra pessoa - Susie. Ela tenta ajudar mas pedem para sair. "VocÊ já fez demais sua grosseira!".
Finalmente, no fim do dia, quando estão esperando o ônibus, o menino caminha até Susie e lhe sussurra: "Você fez aquilo de propósito, não foi?" E Susie lhe sussurra: "Eu também molhei minha calça uma vez".
[...]
Possa Deus nos ajudar a ver as oportunidades que estão em torno de nós para nos fazer o bem.
(Extraído)

Não importa se estamos com as calças molhadas, Deus está pronto para nos abençoar, da maneira dEle, apenas, mantenha a fé!

(BruH Yumi)
Reações: